Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

nivelar-por-cima

As pessoas são melhores se descobrirmos o que nelas há de melhor. A sociedade torne-se melhor se as pessoas forem niveladas por cima.

nivelar-por-cima

As pessoas são melhores se descobrirmos o que nelas há de melhor. A sociedade torne-se melhor se as pessoas forem niveladas por cima.

Qui est-ce Charlie? (2)

Há uns anos, a maçonaria empreendeu uma guerra contra a Igreja, os cristãos em geral, visando porém qualquer religião. Assistimos ao triste espectáculo da destruição dos registos históricos e culturais pela Revolução Francesa, pelos arruaceiros de Napoleão por toda a Europa, pelos sucessivos governos de Portugal desde meados do século XIX.

Já no século XX, foram sendo eliminados das escolas os símbolos da Fé da quase generalidade dos portugueses. O mesmo se passava na Europa. Infelizmente também nas Américas, onde a Maçonaria estendia o seu domínio ditatorial, não referendado pelas eleições, porque nunca tiveram a ousadia de se apresentar como eram, disfarçando-se de partidos democratas e respeitadores da liberdade religiosa.

Grupos de cidadãos começaram a empreender Cruzadas contra a Cruz e outros símbolos religiosos por se sentirem ofendidos pela sua simples presença. As cruzes, depois de eliminadas das escolas e proibidas nos hospitais, começam a incomodar quando são apenas registo histórico e cultural, como os cruzeiros que se encontram ao longo dos caminhos e nos cruzamentos das estradas. Estes cidadãos exigiam, e exigem, a eliminação de símbolos religiosos, e da Cruz em especial, de todos os lugares onde são mais necessários: as escolas e os hospitais, mas de todos os lugares, como objectivo da Cruzada deles. Por vezes, parece que as gentes, os povos, as pessoas todas, não serão capazes de enfrentar o ataque destes cidadãos. Agora que a Europa enfrenta novos desafios, estes cidadãos mostram não ser mais que cobardes incapazes de ser consequentes. Queriam eliminar Cristo da Europa. À medida que Cristo vai saindo da Europa, a violência instala-se. É a consequência lógica. Eliminado o Amor, resta o ódio e a guerra.

Acredito e sei que no fim o Amor vencerá, mas teremos mesmo de sofrer tanto até lá, por causa de uns maçónicos mais frustrados que intelectuais?

 

Orlando de Carvalho

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.