Quarta-feira, 5 de Julho de 2017

Grosseiro, indecente e ordinário

salvador sobral 1.io

Salvador Sobral ganhou o Festival da Eurovisão. Com a sua irmã Luísa Sobral. Nenhum cantor português nem nenhum autor ou compositor português tinha alguma vez, na História de Portugal alcançado tal feito.

Ao contrário de Saramago que manifestou a sua opção pela integração de Portugal numa Espanha alargada sob o domínio castelhano e que era extremamente antipático, os irmãos Sobral encantaram os portugueses.

As primeiras palavras de Salvador foram, mais ou menos, estas:

- Ganhámos com uma canção bonita e não com uma foleirada, como é costume.

São palavras duras, mas que foram de imediato apoiadas pelo responsável da Eurovisão ali presente. A representação portuguesa não ganhou por causa da máquina comercial que tinha por trás, que talvez não tivesse, mas pela qualidade e contra as maiores máquinas comerciais.

O que aconteceu foi motivo de alegria para muitos portugueses. Muitos de nós esperámos alguns cinquenta anos por este momento. E precisamente por este momento, pela vitória de uma bela canção portuguesa, como tantas que já lá levámos, e não por alguma foleirada, como algumas que também levámos já à Eurovisão.

Foi o momento certo para os Velhos do Restelo deitarem a cabeça de fora do covil e se lançarem contra o rapaz. Esses e os invejosos. Num programa de rádio, em Espanha, chegaram a ser sarcásticos por causa de Salvador ser uma pessoa doente do coração. Para nós deve afinal ser mais um motivo de orgulho, pois, mesmo doente, venceu e deu-nos uma grande alegria, colocando Portugal e a cultura musical portuguesa num lugar mais de acordo com a realidade.

A interpretação não precisou de se prostituir: Salvador nem sequer se despiu, travestiu, nem outras coisas a que temos assistido de quem quer vencer de qualquer maneira.

O poema não precisou de se prostituir: nem asneiras, nem repetições enfadonhas, nem palavras em inglês fácil e sem sentido, mas um poema, talvez difícil, como muitos dos de Antero, Pessoa ou Luís Vaz.

A música não se prostitui: era mesmo música e não batuque suportado por gritaria.

Não foram os efeitos especiais que cativaram o público europeu e mundial, mas a composição e a interpretação.

Ainda assim, há gente nas redes sociais e na comunicação social a atirar-se aos irmãos Sobral. Coitados!

No espectáculo a favor das vítimas dos incêndios, perante tanto aplauso despropositado, aparentemente, Salvador Sobral, quis tirar a prova e disparou:

- Vocês batem palmas de cada vez que faço ou digo qualquer coisa. Se eu der um peido, vão bater palmas.

Caiu o Carmo e a Trindade! Que grande ordinarice! Como era possível um recém chegado à ribalta do negócio do entretenimento atrever-se a tanto.

Atreveu-se e a plateia deu-lhe razão. Correspondeu ao peido com forte aplauso. Ainda que possam não ter percebido o que o cantor disse, continuaram a dar-lhe razão: bateram palmas sem saber a quê. A integridade da pessoa foi a mesma de quando ganhou o Festival, em Kiev: a verdade, doa a quem doer.

Dispararam de muitos lugares indignados os mesmos que viram Herman José na televisão ficar em cuecas, ou que o ouviram falar com um rapaz adolescente sobre os comentários que ouvia na escola acerca das mamocas da sua mãe, uma cantora famosa, os que perdem tempo com o Love on Top ou com o 5 para a Meia-noite, os mesmos cujos filhos e netos aprendem e ensinam na escola os maiores palavrões e ordinarices aos colegas, repetem junto dos professores e em casa aos pais. Os que dispararam são mesmo aqueles que enchem as suas páginas nas redes sociais com as maiores indecências e os maiores palavrões, especialmente para defenderem as suas cores clubísticas ou partidárias. Que nos valha o bom senso!

Mas o Salvador Sobral, que até veio depois pedir desculpa, é o mau.

Como pode um país onde apenas um conseguiu alcançar determinada meta atirar-se cheio de inveja contra ele?

Grosseiros, indecentes e ordinários são estes e não aquele que lhes chamou acertadamente frívolos e maria-vai-com-as-outras.

 

Orlando de Carvalho

publicado por nivelar-por-cima às 15:58

link do post | comentar | favorito
60 comentários:
De Anónimo a 8 de Julho de 2017 às 20:30
Aplausos para este artigo. Toca na ferida de todos, dos que se julgam os mais inteligentes até aos que foram "papados" pela, essa sim, inteligência do menino que realmente chegou agora à ribalta, mas afinal já lá está há muito tempo. Andavam distraídos. Tudo isto ligado ao sentido de oportunidade do menino de 27 anos, arrasou silenciosamente e com classe, todos.
Helena donas
De Anónimo a 9 de Julho de 2017 às 12:15
Reconheço todo o mérito dos irmãos Sobral e do Salvador em particular. Concordo em muito com o texto. Mas também nao vamoa ser hipócritas, o contexto em que o Salvador disse o que disse não foi correcto e a prova disso foi que ele próprio o reconheceu. Portanto sejamos também razoáveis nos comentários. Nem tanto ao mar, nem tanto a terra.
De Lúcia a 9 de Julho de 2017 às 12:22
pois os palavrões do Hermen todo o mundo aplude. O Salvador fala num peido, aí que escândalo!!! Eu adorei a canção desde a primeira vez que ouvi, e parabéns grande Salvador,que tenhas muita saúde para continuares a dar peidos .{és um querido}
De Anónimo a 9 de Julho de 2017 às 13:24
Concordo sim que os irmãos Sobral fizeram um feito, têm muito talento,a música é lindíssima, mas quem diz o que quer, sujeita-se a ouvir o que não quer. Ele é adulto e responsável pelos seus atos,bem como pelas suas atitudes, foi um momento infeliz e agora à que sofrer as consequências como adulto que é.
De Anónimo a 9 de Julho de 2017 às 22:21
"VISÂO" n.º 1270, pág. 89: Salvador: "...Fui ao Festival cantar um tema lindíssimo e fazer aquilo de que gosto. Em tudo o que faço, sou sempre eu. Até no que aconteceu no concerto 'Juntos por Todos' fui eu. Não há maneira de fugir às coisas"
De jose Madeira a 9 de Julho de 2017 às 23:30
é o que dá lidar com o publico do tony carreira
De Dulce mendes a 10 de Julho de 2017 às 09:40
AMEI!
De Anonimo a 10 de Julho de 2017 às 10:04
A sério?? São tão poucachinhos que a prova disso é a polémica que se gerou por um peido que nem sequer foi dado! Ahahah... E ainda por cima na presença do nosso presidente??? Que realmente nem cu deve ter... não é? Tanta gente pudica meu Deus.... chega até a preocupar me! Pessoas exemplares, que nunca devem ter dito nada de errado num momento menos oportuno por descuido ou simplesmente por espontaniedade... porque ao fim ao cabo é disso que se fala! De um miudo espontaneo e a meu ver com um humor inteligente! Isso faz dele uma pessoa mal educada? E todos estes comentarios que têm sido feitos ao rapaz, que nem chegou a peidar!... sejam eles positivos ou negativos, tornam vos pessoas mais educadas??? Têm ideia de quantas pessoas nessa noite se devem ter descuidado e soltaram um belo peido (ahhh e quem tem cu sabe como é maravilhoso fazê lo) e no meio de tanta musica maravilhosa ninguém deu por nada??? Como podem eles ter feito isso num concerto solidário não é? As vitimas de Pedrogão Grande estão cá preocupadas que o Salvador tenha feito tal comentário??? Elas querem as suas casas, hortas, animais e sossego de volta! O Salvador ajudou para que isso possa acontecer.... a minha pergunta é, quantos desses portugueses que vieram criticar o rapaz com as suas diarreias cerebrais contribuiram para apoiar as vitimas???
De Linda a 14 de Julho de 2017 às 14:39
Melhor resposta/comentário.
De Fernando Amorim a 11 de Julho de 2017 às 08:52

Oh Salvador [Pátrio: que à visão da Europa aos lusitanos respeito impões]!, quanta contenção... qu'em te ficando pelo bucal orifício flatoso mudo anúncio, se antes houveras em sonoros traques desandado, mais ao Velho Continente - e aos velhos do Restelo - à tua modernidade (inda qu'uns e outros dela desdenhando) subjugarias...
De José lino Oliveira a 11 de Julho de 2017 às 11:16
Na minha opinião ele disse isso e respondeu a todos a quem desde o principio não gostava dele e achava a canção uma trata muito grande, e ia ficar em ultino esta é a verdade. E muitos ainda desde a grande distancia que tivemos do 2 lugar continuam a dizer que a canção nao tem jeito... Nem parecem portugueses.. Para esses eu acho que esteve bem, dar o peido para os outros nao teve, mas se esse restante pensar no que estou a dizer é bem feita é uma estalada sem mão... Por isso Assino por baixo e se foi isto que estou a dizer teve em grande classe.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
29
30
31

.posts recentes

. TVI 24 censura Ricardo Ar...

. Rio Ave

. Dia de Anos

. Filarmónica Fraude

. Pressa de chegar ao céu

. Avós caducos

. Pais da geringonça luso-v...

. República de Vigaristas (...

. Em cadeira de rodas, mas ...

. Contra os pais. Contra a ...

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Abril 2014

. Setembro 2013

. Agosto 2013

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Fogo em Alcafache

blogs SAPO

.subscrever feeds