Sábado, 29 de Abril de 2017

Será o Português Lixo Cultural Imaterial da Humanidade?

testamento afonso II a.jpg

  Testamento de D. Afonso II, o mais antigo documento escrito em português, guardado na Torre do Tombo

 

Em Portugal existem 15 sítios classificados como Património da Humanidade. Somos o 17º país do mundo com maior número de sítios com esta classificação.

A ONU, através da UNESCO criou esta classificação quando a construção da barragem de Assuão, no Egipto, ameaçava afundar e destruir importantes templos do Antigo Egipto. Os templos de Abu Simbel e de Philae foram desmontados e novamente montados, pedra a pedra, numa região mais elevada, a barragem foi construída, mas o património foi salvo.

Para além deste tipo de património, a UNESCO criou em 1997 uma lista de Património Cultural Imaterial da Humanidade.

Em Portugal foram reconhecidos como Património Imaterial da Humanidade as seguintes obras de arte:

 

  • Arte Chocalheira
  • Cante Alentejano
  • Fado (de Lisboa)

 

A Arte da Falcoaria Portuguesa também é uma das artes integradas nesta lista, juntamente com as de Falcoaria de outros países.

 

Património Imaterial da Humanidade?

Que significado poderemos atribuir a esta expressão? E olhando para as integrantes desta lista em todo o mundo, expressões musicais, poéticas, teatrais, que podemos reflectir como portugueses e como cidadãos do mundo?

 

Que em Portugal, para os sucessivos governos desde há umas poucas décadas, são expressões da nossa cultura a Arte da Falcoaria, a Arte Chocalheira, o Cante Alentejano, o Fado de Lisboa, e as mais obras de arte que forem submetidas à apreciação da UNESCO e aprovadas.

 

Um sítio ou uma obra de arte classificado fica sujeito a determinadas regras, do respeito pelas quais fica a depender a manutenção da classificação.

Todos sabemos que há zonas naturais protegidas, monumentos protegidos, em especial este de importância mundial, artes, como o Fado.

 

Espanta saber que a Língua Portuguesa merece menos respeito aos nossos governantes que estas expressões de arte. Fado ou Cante Alentejano cantados numa língua que não seja a portuguesa?

Os governantes de Portugal decidiram a prostituição da Língua Portuguesa. Os governantes portuguesas portam-se como proxenetas que desde há décadas arrastam a língua portuguesa pelos bordéis do comércio livreiro e outro, violam as crianças e os jovens da sociedade na sua inocência linguística, obrigando-os a participar desta rede de prostituição que abusa e viola os direitos mais elementares das gentes lusíadas.

Uma língua evolui, como uma pessoa cresce e amadurece. As formas anatómicas das meninas e dos rapazes são a prova de que existem, de que estão vivos, e todos queremos que amadureçam e sejam felizes. Também a língua de um povo, a Língua Portuguesa.

Quem se aproveita de uma menina ou de um rapaz para seu proveito, usando-o como se já tivesse amadurecido, antes de amadurecer, denomina-se pedófilo.

 

Os governantes portugueses que querem impor um amadurecimento da língua portuguesa que não condiz com a Natureza, não passam de proxenetas e pedófilos.  Não são gente de bem. São comerciantes que procuram os seus interesses contra-natura. É preciso que todos tenhamos consciência disto e nos comportemos como pessoas de bem. Não viremos a cara para o lado quando ao nosso lado alguém afirma que mais importante que a Língua Portuguesa é o fado.

Ó Amália!

Ó Pessoa!

Ó Luís Vaz!

Ó Rei Poeta!

Não tereis de vos enojar se nós, vossos herdeiros, soubermos proteger o património que nos foi legado.

 

Orlando de Carvalho

publicado por nivelar-por-cima às 18:57

link do post | comentar | favorito
 O que é? |
Segunda-feira, 4 de Maio de 2015

Morrer como Camões?

camoes 6.jpg

 

A triste situação a que governantes incompetentes (e corruptos?) (ou traidores à cultura portuguesa, à nação?) conduziram este país.

Um grupo de analfabetos lembrou-se de inventar uma língua nova, a que chamaram AO90. Como além de analfabetos têm um forte espírito ditatorial e anti-democrático, tentam impor pela força essa língua anacrónica, que por sua vontade seria extensiva a todo o Império Português. Pouco inteligentes e pouco actualizados, esqueceram-se que já não existe Império Português e que as Colónias ou Portugal Ultramarino, conforme as sensibilidades, já são nações independentes. E não permitem que esses iluminados pela estupidez lhes ponham a pata em cima. Nem a pata, nem o AO90.

 

Distribuo umas folhas às crianças com um texto que redigi. Uma delas interpela-me:

- Catequista, está aqui um erro. No meio da palavra BATISMO está aqui uma letra a mais, um 'p' ou um 'q', não percebo.

E que pode a vítima adulta (eu) responder? Que o professor na escola ensina mal? Explicar a uma criança o processo AO?

Ou chorar?

 

Meditar as palavras de Camões, citadas em 1860:

Enfim acabarei a vida e verão todos que fui tão afeiçoado à minha Pátria que não só me contentei de morrer nela, mas com ela.

 

É esta a opção que resta aos portugueses? Eles já destruíram a nossa Pátria. Esta criança deu disso testemunho.

 

O soneto não é um convite ao conformismo, mas um grito de mágoa pela mudança que não é verdadeira e que encaminha para um mal maior.

 

MUDAM-SE OS TEMPOS (Luís de Camões)

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
muda-se o ser, muda-se a confiança;
todo o mundo é composto de mudança,
tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,
diferentes em tudo da esperança;
do mal ficam as mágoas na lembrança,
e do bem (se algum houve), as saudades.

O tempo cobre o chão de verde manto,
que já coberto foi de neve fria,
e, enfim, converte em choro o doce canto.

E, afora este mudar-se cada dia,
outra mudança faz de mor espanto,
que não se muda já como soía. 

tags:
publicado por nivelar-por-cima às 14:27

link do post | comentar | favorito
 O que é? |

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
29
30
31

.posts recentes

. Será o Português Lixo Cul...

. Morrer como Camões?

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Abril 2014

. Setembro 2013

. Agosto 2013

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Fogo em Alcafache

blogs SAPO

.subscrever feeds