Quinta-feira, 29 de Dezembro de 2016

A América não presta

the-first-thanksgiving-mike-white.jpg

O Primeiro Dia de Acção de Graças, Pintura de  Mike White

 

A América não presta. Esta América que conhecemos não presta. Os seus cidadãos são filhos daqueles que fugiram da repressão religiosa da liberal Inglaterra e da Alemanha e dos que escaparam à perseguição inquisitorial em Espanha ou Itália. Tudo perseguição contra o ensinamento evangélico. Pois mesmo esses perseguidos e refugiados rapidamente esqueceram a sua condição e encetaram as suas próprias caçadas contra inocentes. Americanos destes não prestam. São filhos de europeus mas perderam a memória.

Os primeiros colonos na América viram-se numa situação adversa e fatal. O clima, as estações do ano, as épocas de sementeira e colheita, as sementes que germinavam naqueles solos, tudo diferia das suas terras de origem. Os primeiros de todos encontraram-se perante morte certa, à fome. Mas não morreram porque os bons selvagens lhes ofereceram sementes e plantas jovens e ensinaram aquelas criaturas estranhas que tinham chegado às suas terras a cultivá-las. Os bons selvagens portaram-se conforme o mandamento do Amor ao Próximo, mesmo sem lhes ter sido anunciado o Evangelho. Os colonos, gente estranha naquela terra, fugidos à perseguição religiosa, degradados por razões políticas ou por crimes de sangue, aventureiros em busca de vida melhor, deram-se conta do acto de caridade daqueles selvagens de cor de pele avermelhada. Quando as suas novas sementes e plantas vingaram, os colonos rejubilaram. E festejaram com peru. Porque o peru é um galináceo oriundo da América. Os selvagens também haviam dado perus aos imigrantes e fugitivos da Europa e tinham-nos ensinado a domesticar e a criar espécies animais desconhecidas na Europa.

Agradecidos àqueles selvagens tão bons, os refugiados e imigrantes chegados da Europa que conseguiram sobreviver aquele primeiro ano de ocupação de terras estrangeiras onde foram bem acolhidos, deram graças a Deus. Assaram a carne daquela terra, o peru, acompanharam-na com os legumes daquela terra, milho, abóbora, frutos silvestres. Europeus emigrados e nativos do Novo Mundo banquetearam-se em comum, os primeiros dando graças a Deus por terem encontrado gente tão boa que os tinha ajudado a sobreviver os de lá com uma humildade natural. Talvez isto se reporte ao ano 1621.

Praticamente Dia Nacional Americano, o Dia de Acção de Graças ou Thanksgiving Day, é celebrado nos Estados Unidos da América na quarta quinta-feira de Novembro. O gesto de gratidão mantém-se passados 400 anos. Entretanto, a ganância e a ingratidão dos fugitivos da Europa fê-los esquecer subitamente como tinham sido tratados pelos seus benfeitores selvagens e pouco depois encetaram uma matança que havia de conduzir ao genocídio de diversas tribos de nativos do Novo Mundo; usurparam a naturalidade aos seus anfitriões que passaram a ser considerados estrangeiros na própria terra em que tinham nascido, quando os europeus nem sabiam que aqueles lugares existiam.

Os descobridores europeus, em virtude da sua ignorância, chamaram índios aos nativos daquele Novo Mundo e à terra chamaram América, dando origem ao único continente da Terra com o nome decalcado de uma pessoa.

Estes refugiados europeus no Novo Mundo não tinham recebido as boas maneiras e cortesia que D. Catarina de Bragança ensinaria em terras britânicas nem tão pouco às evangélicas e corresponderam muito mal à gentileza com que foram recebidos no Novo Mundo. Àqueles a cuja mão tinham ido comer, os nativos de além-Atlântico, perseguiram, torturaram, roubaram as terras e violaram as filhas, expulsaram-nos das suas próprias casas e disseram que não os conheciam de lado nenhum. Esta América e estes americanos não prestam.

Usam pistolas e todo o tipo de instrumentos de morte como um europeu usa gravata ou soutien. A elegância deles é continuar a matar, como começaram quando invadiram o Novo Mundo. Levam pistolas para a escola como os europeus levam caneta, régua ou calculadora.

O negócio deles é fabricar armas e fomentar guerras entre povos e nações de boa gente, difundindo ideais de ódio para enriquecerem a vender instrumentos para matar. Os negócios americanos não prestam.

Não são demónios, não. Detiveram os tresloucados alemães da primeira e da segunda vez, os soviéticos um pouco por todo o mundo, embora nisto exista uma ligação com o seu negócio fundamental: a venda de instrumentos de guerra, mesmo com recurso à morte dos próprios americanos.

Os americanos já vão no segundo presidente, pelo menos o segundo, eleito com uma minoria de votos. São loucos estes americanos. E ingratos porque continuam a celebrar o Dia de Acção de Graças sem convidar os intermediários que Deus lhes enviou, os nativos selvagens do Novo Mundo.

Desenganem-se os que pensarem que este artigo é favorável aos antiamericanos, comunistas e outros. Este artigo é favorável aos bons selvagens, à gratidão, à vivência em paz com os vizinhos e entre povos, coisas que muitos americanos não devem conhecer.

E seria muito bom se conseguíssemos desabituar-nos de insultar os nativos do Novo Mundo chamando-lhes índios ou americanos, pois não são uma coisa nem outra.

 

publicado por nivelar-por-cima às 21:22

link do post | comentar | favorito
 O que é? |
Quarta-feira, 14 de Dezembro de 2016

Em defesa de Soares

soares e sá carneiro.jpeg

Muitos canonizaram Sá Carneiro porque ele morreu e não teve tempo para ir mais além.

Muitos diabolizam Mário Soares sem pensar.

Mário Soares, principalmente ele, mas também com a colaboração de Sá Carneiro evitaram que corresse sangue em Portugal com as tentativas de instauração de governos de cariz comunista.

Há a questão dos diamantes, do acidente do filho que terá levado à conversão da mulher. Ouvimos relatos de carnificinas desumanas por parte dos apoiantes de Jonas Savimbi.

Mas, quem ganha com a política da família Santos e Cª? Do PCP ao CDS, parece que tem muitos apoios. E todos sabemos o "bem" que fazem a toda a gente.

Quem sempre esteve contra Mário Soares, que fale mal.

Os que fizeram parte dos 300 000 na Alameda, em Lisboa, mais os outros que não puderam vir a Lisboa... podem criticar Mário Soares, desde que lhe agradeçam ter evitado a GUERRA. Porque não se tratava apenas da instauração de um regime comunista. Portugal é um país da OTAN, estava fora da esfera soviética, tinha, como tem, uma esmagadora maioria da população que nem considera a hipótese de viver num regime comunista - stalinista, cubano, chinês ou norte coreano - e caso os comunistas se tivessem apoderado do governo central, como se apoderaram da maior parte das câmaras municipais do país, teríamos ido para a GUERRA.

Sintetizando, Afonso Costa enviou 10 mil portugueses para a morte na I Guerra Mundial, para nada, Salazar poupou mortes de portugueses na II Guerra Munidal e Soares evitou uma Guerra Civil e as consequentes mortes.

Critique-se Soares, na hora da morte pelas muitas coisas más que fez, sem esquecer a paz que ele também fez. Não sozinho. Principalmente com Sá Carneiro e com os Nove. Mas sem Soares... a GUERRA seria muito provável.

publicado por nivelar-por-cima às 18:01

link do post | comentar | favorito
 O que é? |

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
29
30
31

.posts recentes

. TVI 24 censura Ricardo Ar...

. Rio Ave

. Dia de Anos

. Filarmónica Fraude

. Pressa de chegar ao céu

. Avós caducos

. Pais da geringonça luso-v...

. República de Vigaristas (...

. Em cadeira de rodas, mas ...

. Contra os pais. Contra a ...

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Abril 2014

. Setembro 2013

. Agosto 2013

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Fogo em Alcafache

blogs SAPO

.subscrever feeds